As multas de trânsito mais inusitadas do mundo

inusitadas-mundo-blog-ceabs-multas-transito-mais

Estacionar em local proibido, ultrapassar o limite de velocidade ou utilizar celular enquanto dirigimos são infrações comuns no Brasil, mas você já imaginou se fosse multado por ser atropelado? Ou mesmo por dirigir um carro sem capacete? Embora pareçam absurdas, estas situações aconteceram. Confira as multas de trânsito mais curiosas a seguir, elencadas pelo Portal IG.

Dano ao patrimônio público por atropelamento

mais-inusitadas-mundo-blog-ceabs-multas-transito

O irlândes Daniel Horne voltava para casa de noite com seus amigos quando o pneu do carro furou. Enquanto buscavam ajuda, um morador acionou a polícia, imaginando que alguém estava tentando roubar o carro. Ao chegar no local, os policiais subiram na calçada e passaram por cima do pé de Daniel.

Felizmente, ele foi socorrido e passou três horas no hospital. Mas a maior surpresa aconteceu ao chegar em casa: ele havia recebido uma multa no valor de 80 libras por dano ao patrimônio público, porque o veículo oficial teve a sua lataria amassada. Segundo a notificação, Horne correu em direção à lateral direita do carro policial e causou um amassado. Mas o pedestre questiona a decisão: “É uma piada – quem em sã consciência correria em direção a um carro de polícia feito de puro metal?”.

Brincadeira que custou caro

multas-transito-mais-inusitadas-mundo-blog-ceabs

Giovanni Cortessi achou que seria interessante colocar um ônibus de brinquedo em frente a sua barbearia, na cidade inglesa de Brighton. Porém, os guardas de trânsito não concordaram e, ao ver o objeto estacionado em local proibido, decidiram multar Cortessi em 50 libras. A história teve um final feliz: após recorrer da decisão, o barbeiro teve a multa de trânsito cancelada.

Capacete obrigatório para veículos?

transito-mais-inusitadas-mundo-blog-ceabs-multas

O Brasil também é palco de multas estranhas. Uma delas foi aplicada ao empresário Robério Lima.

Em 2012, ele recebeu uma infração referente ao Fiat Uno da sua empresa, que era conduzido por um dos seus funcionários. No documento constava o código da infração “Dirigir sem cinto de segurança”. Porém, o que causou estranheza foi a observação feita na notificação: “Veículo em movimento, vidros baixos, condutor não utilizava o capacete de uso obrigatório“. Após o caso se tornar famoso, a Autarquia Municipal de Trânsito de Fortaleza afirmou que iria investigar a falha.

E você, já recebeu ou conhece alguém que teve uma multa de trânsito tão estranha? Compartilhe a sua história com a gente através dos comentários.

Veja também: Multas sobem no Brasil

Somos uma empresa do grupo Europ Assistance, com foco na excelência de atendimento e inovação tecnológica. Atendemos seguradoras, transportadoras e montadoras de veículos, além do público em geral que deseje ter seus bens monitorados. http://www.ceabs.com.br/

Deixar um comentário