Pedestres, ciclistas e motoristas. De quem é a preferência?

pedestres_ciclistas_e_motoristas_de_quem_é_a_preferência

Os carros não são os únicos personagens do trânsito, tampouco são só os motoristas que possuem deveres. Para garantir a segurança e o bem-estar de todos é preciso saber que cada um tem direitos e atribuições.

Pedestres, ciclistas e motoristas podem (e devem) conviver em harmonia no trânsito. Para isso e para evitar multas e acidentes, o Código de Trânsito Brasileiro traz uma série de normas. Confira algumas delas:

Aos motoristas:

– Não dar preferência ao pedestre ou ciclista é infração grave ou até gravíssima.

– Transitar com o veículo em ciclovia ou faixa de pedestre é infração gravíssima.

Estacionar o veículo em ciclovia ou faixa de pedestre é infração grave.

– Parar o veículo sobre faixa de pedestre é infração média.

– Deixar de guardar a distância de 1,5 m ao passar ou ultrapassar o ciclista é infração média.

Aos ciclistas:

– A circulação de bicicletas deverá ocorrer em ciclovias, ciclofaixas ou acostamento. Quando não houver, deverá ocorrer nos bordos da pista de rolamento.

– Transitar com bicicleta em vias de trânsito rápido ou rodovias sem acostamento ou pista separada é infração grave.

– O sentido de circulação é sempre o mesmo da via.

– Todo ciclista deve utilizar os equipamentos obrigatórios, por questão de segurança.

– O ciclista empurrando a bicicleta equipara-se ao pedestre em direitos e deveres.

Aos pedestres:

– Os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas de pedestres terão prioridade de passagem.

– Nos locais em que houver semáforo, terão prioridade de passagem os pedestres que não tenham concluído a travessia, mesmo se a sinalização tiver mudado.

– O pedestre não pode andar nas pistas, sozinho ou em grupos, ou para perturbar o trânsito.

– É dever do pedestre olhar para os dois lados antes de atravessar uma via.

Seguindo as leis é possível ter um trânsito melhor. A ordem é sempre priorizar o mais frágil. Nesse sentido, pedestre em primeiro lugar, depois ciclistas e, por último, veículos motorizados, mas cada um exercendo os seus deveres e respeitando os direitos do outro.

 

Veja também: Principais causas de acidentes ao volante: conheça para se prevenir

Somos uma empresa do grupo Europ Assistance, com foco na excelência de atendimento e inovação tecnológica. Atendemos seguradoras, transportadoras e montadoras de veículos, além do público em geral que deseje ter seus bens monitorados. http://www.ceabs.com.br/

1 Comentário

  • Laura Maria S. C.

    outubro 25, 10 2018 08:24:30

    Um lembrete muito importante aos ciclistas: não só, como citado corretamente no texto, o sentido de circulação é o mesmo da via, como, ao necessitar circular em calçadas, a bicicleta deverá ser CONDUZIDA! Vários ciclistas trafegam como se a cidade fosse sua e os pedestres transtornos no seu caminho!! Não é permitido PEDALAR nas calçadas, pois estas são território dos PEDESTRES!! Vamos nos conscientizar e não somente nos posicionar como ecológicos e descolados!!
    Conforme o site vadebike.org:

    “Lugar de bicicleta é na rua, no sentido dos carros e nas faixas laterais da via (inclusive na esquerda, embora geralmente seja bastante perigoso). E com preferência de uso da via.
    Art. 58. Nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa, ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores.
    Bicicleta na calçada, só com autorização da autoridade de trânsito e sinalização adequada na calçada:
    Art. 59. Desde que autorizado e devidamente sinalizado pelo órgão ou entidade com circunscrição sobre a via, será permitida a circulação de bicicletas nos passeios.
    Calçada é para pedestres, bicicleta só circula nela em casos excepcionais:
    PASSEIO – parte da calçada ou da pista de rolamento, neste último caso, separada por pintura ou elemento físico separador, livre de interferências, destinada à circulação exclusiva de pedestres e, excepcionalmente, de ciclistas.

    Quer passar pela calçada ou atravessar com a bike na faixa? O CTB manda desmontar:
    Art. 68. É assegurada ao pedestre a utilização dos passeios (…)
    § 1º O ciclista desmontado empurrando a bicicleta equipara-se ao pedestre em direitos e deveres.”

Deixar um comentário