Proteste reprova cadeirinhas para crianças

Proteste reprova cadeirinhas para crianças

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor realizou testes em 8 modelos diferentes de cadeirinhas usadas no transporte de crianças em veículos, e constatou que a maioria das marcas ficou bem longe do ideal, principalmente na categoria de 0 a 25 quilos.

De uma maneira geral, o pior desempenho das marcas foi nos testes que avaliam os danos causados por impactos laterais, porém ainda não existe uma regulamentação que torne essas avaliações obrigatórias e passíveis de multa para as empresas.

Na categoria 0 a 13 quilos as marcas testadas foram Bébé Confort Streety.fix, Burigotto Touring Evolution, Cosco CC2001 e ABC Design Risus, sendo as duas primeiras as mais bem classificadas. Na segunda categoria analisada, de 0 a 25 quilos, as marcas avaliadas foram Burigotto Matrix Evolution, Safety 1ST Recline e Galzerano Futura, e nenhuma cadeirinha garantiu a nota máxima nos quesitos impacto lateral e frontal, além de todas terem apresentado algum tipo de falha nas informações sobre a correta instalação do produto.

A cadeirinha da Galzerano Futura, de acordo com o site Quatro Rodas, obteve o pior resultado dentre todas as marcas analisadas, apresentando grande deslocamento da cabeça do boneco que representava a criança enquanto o veículo estava em movimento.

Os produtos da marca Bébé Confort Streety.fix foram escolhidos como os mais seguros para o transporte das crianças, pois apresentaram um desempenho superior ao das demais marcas na realização dos testes.

Mesmo com as falhas, é recomendado por lei que as crianças sejam transportadas nos veículos somente dentro das cadeirinhas adequadas ao seu peso e tamanho, a fim de evitar acidentes.

Veja também: Tudo o que você precisa saber sobre o IPVA

Somos uma empresa do grupo Europ Assistance, com foco na excelência de atendimento e inovação tecnológica. Atendemos seguradoras, transportadoras e montadoras de veículos, além do público em geral que deseje ter seus bens monitorados. http://www.ceabs.com.br/

Deixar um comentário