Casos de roubo de motos aumentam em 2019

A moto é um meio de transporte prático e econômico. Por esse motivo, sua aquisição é o objetivo de muita gente. O problema é que o número de roubos e furtos de motocicletas aumentou consideravelmente neste ano.

Notadamente, os bandidos têm preferência por modelos commotor acima de 200 cm3. O roubo desse tipo de moto aumentou 24,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Apenas entre o primeiro e o segundo trimestre do ano, as ocorrências subiram 22,6%.

O Paraná é o 5° estado com maior número de furtos e roubos de motos no país. Só em Curitiba, pelo menos 40 delas são levadas todos os meses.

Os roubos representam 82,3% do total de ocorrências em relação aos furtos, e o período entre 17h e 23h, de sexta-feira a domingo, é o que mais se registra roubos e furtos de motocicletas potentes. Além disso, os horários de entrada e saída do trabalho ou da faculdade merecem uma atenção especial, pois são os momentos em que os ladrões mais atuam.

Existem medidas que podem ajudar a evitar furtos e roubos, confira algumas a seguir.

Acessórios

É importante dificultar o roubo, criando subterfúgios com o uso de acessórios, como as travas. Elas estão disponíveis em diversos modelos, tamanhos e preços, se adequando melhor à sua necessidade.

Cuidados

Evite passar e parar em locais isolados e mal iluminados, mudando constantemente a rota. Caso veja alguém mexendo na sua moto, não se aproxime e chame a polícia.

Rastreadores

Uma das melhores formas de proteger-se é aderir ao sistema de rastreamento veicular. Assim é possível saber em tempo real a localização exata da sua moto. Todas as informações são disponibilizadas por meio de um sistema de GPS e ajudam em situações de risco ou roubo.

O rastreamento é uma boa opção, principalmente para as motos de maior potência, pois o valor do bem se assemelha ao de um carro.

Entre em contato com a equipe comercial da CEABS para conhecer nosso sistema de rastreamento. Acesse o site ou ligue para os telefones 3004 7707 (capitais e região metropolitana) e 0800 725 7707 (demais cidades).

Leia também: A importância do rastreador para motos

Deixar um comentário