Dicas para andar de moto com segurança

Por serem um meio de transporte rápido e com um ótimo custo-benefício, as motocicletas tornam-se cada vez mais populares em grandes centros urbanos. Contudo é importante lembrar que elas são mais arriscadas e que é necessário redobrar os cuidados para andar de moto com segurança. Confira a seguir quais medidas de segurança são essenciais para se proteger de moto.

Equipamentos de proteção

Como motos são veículos em que os pilotos têm um alto grau de exposição, o uso de equipamentos de proteção é indispensável para oferecer a segurança necessária.

Entre os equipamentos fundamentais estão: capacete confortável e resistente; óculos escuros de acetato; calçados adequados, como tênis reforçado ou bota, de preferência modelos sem cadarço, que evitem o risco de enroscar na corrente; jaqueta resistente e adequada; jeans especiais para motociclismo; roupas impermeáveis para usar na chuva; e luvas, para maior proteção em caso de quedas.

Mantenha-se visível

É preciso manter-se sempre visível e procurar evitar os pontos cegos dos carros, onde o motociclista não consegue enxergar os olhos do motorista nos espelhos retrovisores dele. Procure manter uma distância razoável do veículo à frente.

Lembre-se que a ultrapassagem deve ser feita pela esquerda. Além disso, deixe os faróis ligados durante o dia e a noite. Procure utilizar roupas claras ou chamativas para ser visto por todos os motoristas.

Cuidado ao frear

Quando o motociclista freia, o peso da moto recai sobre a roda da frente e ele corre o risco de perder o controle sobre o veículo. Ao acionar somente o freio da frente, a moto perde a aderência traseira.

Segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), o indicado é que o motociclista acione o freio dianteiro com mais ênfase, aplicando algo como 70% da força, enquanto os 30% restantes deve-se direcionar ao pedal traseiro. Neste caso, a roda traseira tem o papel de equilibrar a frenagem.

Cuidado com pistas molhadas

Motociclista dirigindo sob chuva - CEABS

A grande maioria das quedas de motociclistas acontece quando a pista está molhada. Para evitar acidentes nessas ocasiões, indica-se ser suave nos comandos – não acione bruscamente os freios, o câmbio e o acelerador. Há diferentes tipos de pista: a de concreto é mais aderente, enquanto asfaltos novos e paralelepípedos são mais escorregadios.

Cuidado ao levar alguém na garupa

Levar alguém na garupa pode ser um grande desafio. Aceite-o apenas quando tiver um domínio razoável da motocicleta, principalmente em motos pequenas, nas quais o peso da pessoa pode alterar muito o equilíbrio da moto. Além disso, para que não haja quedas, é preciso que o carona acompanhe seus movimentos na moto.

Conheça sua moto

Cada modelo de motocicleta tem suas particularidades. Algumas, por exemplo, são mais pesadas e atingem maiores velocidades. Por isso, é preciso entender seu veículo e verificar as especificações que estão no manual.

Especialistas indicam que quanto mais integrados estiverem homem e máquina, formando um conjunto, mais fácil e seguro será fazer mudanças de direção, curvas acentuadas ou frear.

Adotar práticas de prevenção, direção defensiva e o uso de equipamentos de seguranças são algumas medidas que garantem a segurança do motociclista durante todo o trajeto.        

Leia também: Direção defensiva para motociclistas

Deixar um comentário