Isca de carga CEABS contra a prática do bug detector

Isca de carga CEABS contra a prática do bug detector

O bug detector está sendo cada vez mais utilizado por criminosos no roubo de cargas ao redor do Brasil. Os profissionais do crime não encontram dificuldades para adquirir o equipamento pela internet e empregá-lo em assaltos à mão armada, especialmente de caminhoneiros. Saiba mais a seguir.

O que é?

No Brasil o bug detector recebeu o apelido de “vassourinha” e é empregado no roubo de veículos com rastreamento. O aparelho utilizado pelos criminosos detecta os sinais que a isca de carga ou o rastreador emitem para a central responsável e indica a presença e a localização do aparelho de rastreamento, facilitando sua desativação.

Como se proteger

A CEABS desenvolveu sua isca de carga com uma tecnologia que minimiza a identificação da frequência e, em determinadas condições, evita a detecção pelos criminosos. O resultado é um transporte de cargas mais seguro para a sua empresa e com os mais altos índices de recuperação em casos de produtos valiosos interceptados por ladrões.

Diferenciais da isca de carga CEABS

A isca de carga CEABS é customizável, discreta e passa despercebida pelos ladrões. É possível adaptar o equipamento de acordo com a operação. Sua bateria tem autonomia de até 30 dias, trabalhando em temperaturas mais elevadas ou até mesmo nas mais baixas.

O equipamento é um dos poucos do mercado que é imune ao jammer, outro dispositivo utilizado por ladrões a fim de bloquear o sinal de localização do veículo. A CEABS também possui a rede móvel com a maior abrangência do Brasil, o que facilita a localização rápida do automóvel em caso de roubo.

Recuperação de bens

A CEABS possui muitas operações de sucesso quando o assunto é recuperação de bens. Em agosto de 2018, a equipe recuperou uma carga alimentícia avaliada em aproximadamente R$ 40 mil. Em outra operação, realizada em agosto de 2019 em Embu das Artes, município da Região Metropolitana de São Paulo, a empresa recuperou mais de R$ 600 mil em bens.

As operações mais recentes aconteceram em junho deste ano com uma recuperação de aparelhos eletrônicos de aproximadamente R$ 700 mil e no mês passado, na cidade de Carpina (PE), onde foram recuperados mais de R$ 500 mil em produtos eletrônicos de uma grande rede de varejo.

Neste último caso, utilizando a tecnologia RF LoRa, a central de ocorrências da CEABS foi informada do roubo e rapidamente iniciou as buscas. Com o apoio da Polícia Militar, a carreta foi localizada, já vazia e abandonada, no município de Tracunhaém (PE).

A equipe CEABS não desistiu de encontrar a carga roubada e intensificou as varreduras. Depois de muito trabalho, a mercadoria foi localizada com precisão. Os itens seriam enviados pelos ladrões para outro local e estavam sendo transportados aos poucos. Com apoio em campo e tecnologia inteligente e ágil, os criminosos foram presos e o resultado foi mais uma recuperação feita com sucesso.

Se você gostaria de adquirir este serviço, entre em contato pelos telefones 3004 7707 (capitais e grandes centros) ou 0800 725 7707 (demais localidades).

Leia também: Como funciona o localizador de cargas da CEABS

2 Comentários

  • Erick Henrique

    janeiro 02, 01 2018 11:59:45

    Boa tarde, fiz uma compra pela rede Americanas, e recebi junto ao meu produto, uma espécie de bateria, com o logo da sua empresa. Acredito que seja a isca de carga, entretanto, preciso saber se posso descarta-la ou se foi um engano ela ter vindo junto

    • CEABS

      janeiro 08, 01 2018 10:20:58

      Olá, Erick. Agradecemos pelo contato, informamos que o descarte pode ser realizado em local correto ou se preferir
      segue o endereço para o envio do dispositivo:

      DADOS DA CAIXA POSTAL DA CEABS (exclusiva para recebimento de dispositivos ISCA)
      Caixa Postal: 20.513
      CEP da Caixa Postal: 81.810-981
      Cidade da Caixa Postal: Curitiba-PR

      De qualquer forma colocamo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários.

      Atenciosamente, Equipe CEABS.

Deixar um comentário