A Internet das Coisas

internet-das-coisas-blog-ceabs

Segundo o site TechTudo, há cerca de duas décadas se começou a pensar na integração entre objetos e internet, a serviço do bem-estar dos usuários. Em 1999, Kevin Ashton, do MIT, propôs a expressão “Internet das Coisas”: a ideia é que os itens utilizados por nós diariamente podem estar conectados à rede mundial de computadores, desde roupas até meios de transporte. Hoje, o conceito já é realidade em inúmeras situações, como nos carros autônomos ou na possibilidade de comprar em lojas físicas realizando o pagamento através do celular.

internet-das-coisas-ceabs-blog

Mas a integração pode ir muito além disso. Ela permite, por exemplo, que carros estejam conectados às casas, tornando possível, entre outras coisas, que o condutor do veículo dê comandos de voz para que o ar-condicionado do ambiente esteja na temperatura desejada quando ele chegar, ou que a luz ligue no momento em que estiver estacionando. Essas relações podem proporcionar economia de tempo e até de dinheiro.

ceabs-blog-internet-das-coisas

A Internet das Coisas é também uma promessa de melhora para a fluidez do trânsito. Através de sistemas conectados ao GPS de automóveis e smartphones, podem ser enviados sinais sobre o fluxo das vias ou possíveis acidentes, e sensores de estacionamentos inteligentes nas ruas podem ser disponibilizados em toda a cidade.

blog-ceabs-internet-das-coisas

No vídeo abaixo, produzido pela Microsoft, é possível entender de maneira simples o conceito da Internet das Coisas. Confira:

Veja também: Empresa de tecnologia lança “táxi-robô”

Deixar um comentário