Como calcular o tamanho ideal da frota para a sua empresa

Adequar o tamanho da frota e a disponibilidade dos veículos à demanda de mobilidade da empresa é essencial para o bom andamento dos processos. Continue a leitura e saiba como calcular o tamanho da frota.

Como fazer o cálculo?

Antes de estimar de quantos carros a empresa precisa para suprir o volume de negócios, é preciso considerar alguns fatores:

Conhecendo os veículos

O primeiro passo é conhecer bem as características de todos os automóveis que já estão à disposição da empresa. Isso ajuda o gestor a individualizar a capacidade de resposta em termos de transporte.

É preciso saber a capacidade máxima de carga e de passageiros, assim já é possível fazer uma projeção melhor de quantos veículos serão necessários para distribuir a demanda.

Conheça a demanda e as rotinas da empresa

Consulte os registros dos meses anteriores para colher dados importantes, como o número de viagens realizadas, a quantidade de carga movimentada e o número de passageiros transportados ou de clientes visitados, por exemplo.

Além desses dados, deve-se considerar o tempo necessário para a troca de motoristas, o almoço dos funcionários e as operações de carga e descarga dos veículos.

Conheça as rotas

O conhecimento da rota pode trazer informações importantes, como as condições da pista e do trânsito em diversos trajetos, a velocidade média e a presença de pedágios, balanças e serviços, entre outros itens.

Dê margem para imprevistos

Como em qualquer outra área, no transporte podem ocorrer imprevistos, como uma falha mecânica no automóvel ou uma visita não programada a um cliente.

Por conta disso, é importante fazer os cálculos com alguma margem de segurança, de modo que haja sempre um veículo à disposição. Dessa maneira, pode-se diminuir bastante o tempo de resposta efetiva frente a um imprevisto.

O correto dimensionamento da frota requer um conjunto de procedimentos por parte do gestor. Com a aplicação adequada, entretanto, a tendência é diminuir os custos de manutenção, por conta do conhecimento do trajeto e a capacidade de cada veículo, e melhorar a velocidade de entrega das demandas.

Leia mais: Veja formas de economizar na gestão de frotas

Deixar um comentário