O caminhão ideal para sua carga

Conhecer os tipos de caminhões é essencial para escolher qual o modelo ideal para transportar sua carga, bem como garantir a segurança do motorista e dos outros usuários das vias. Para entender melhor sobre os tipos de caminhões e carrocerias, continue lendo esse post.

Tipos de veículos

Veículo Urbano de Carga (VUC)

O VUC é um veículo de menor porte, mais indicado para trafegar em áreas urbanas, pois tem limite de emissão de poluentes e capacidade de carga de até 3 toneladas.

Esse veículo é indicado para o transporte de mercadorias resfriadas ou congeladas, como alimentos, por exemplo. Também pode ser utilizado no transporte de carga seca, medicamentos e para realizar mudanças residenciais ou comerciais.

Caminhão semipesado ou toco

O caminhão semipesado é um veículo de carga não articulado com comprimento máximo de 14 metros e apenas um eixo de roda na traseira, podendo ter até seis pneus (quatro na traseira, se for um eixo duplo, e dois na dianteira). Esse veículo possui capacidade de peso bruto máximo de 16 toneladas,e pode ser utilizado para transportar carga frigorífica e realizar mudanças.

Truck ou caminhão pesado

Truck é como é conhecido um conjunto de dois ou três eixos de rodas em tandem. Esse tipo de veículo possui capacidade de peso bruto máximo de 23 toneladas e pode ser utilizado no transporte de carga viva e carga a granel sólida. Também pode ser usado para transportar veículos.

Cavalo mecânico ou caminhão extrapesado

Um cavalo mecânico (ou ainda caminhão trator) simples é o veículo utilizado para transporte de cargas muito pesadas e de grande volume, sem possibilidade de fracionamento. O veículo atua como um rebocador com um eixo único tracionado. Atenção: a carroceria precisa ser do tipo prancha.

Cavalo mecânico trucado ou LS

A diferença do cavalo mecânico trucado para o modelo anterior é a existência de um conjunto de eixos (truck) para tracioná-lo, sendo capaz de suportar um peso maior do semirreboque acoplado.

Além dos cavalos mecânicos, os caminhões pesados também podem ser usados como unidades tratoras de implementos, formando uma composição de veículos de carga. São elas: carreta simples, carreta de dois eixos, carreta de três eixos, carreta cavalo trucado, bitrem, tritrem, treminhão e “Romeu e Julieta”.

Esse tipo de veículo pode transportar cargas a granel sólidas, cargas secas, cargas indivisíveis e de grandes dimensões.

Tipos de carroceria

Baú simples

Carroceria fechada para transporte de carga seca embalada (caixas, sacas, fardos).

Grade baixa

Também utilizada para cargas secas soltas, mas a carroceria é menos protegida, por ser aberta. Assim, é mais usada para o transporte de produtos resistentes, chapas de aço, materiais de construção e madeira, por exemplo.

Graneleiro

Indicado para o transporte de cargas secas a granel que não demandam proteção. Também é usado para carregar produtos para a construção civil.

Baú refrigerado ou frigorífico

É apropriado para cargas de alta perecibilidade, que exigem a manutenção de temperaturas específicas e a proteção irrestrita contra intempéries.

Tanque

Carroceria própria para o transporte de líquidos a granel.

Baú sider

Tem uma abertura lateral que facilita o deslocamento de produtos paletizados, engradados e caixas que não demandam proteção contra intempéries. Pode ser fechado por lona.

Caçamba basculante

Permite a descarga por escoamento traseiro, por isso é indicada para o transporte de areia, cascalho, terra, brita e outros materiais de construção a granel, assim como grãos.

Porta-contêiner

Carroceria incomum, mas muito segura para produtos que não podem ser expostos. É usada principalmente em zonas portuárias, locais mais burocráticos para liberação de cargas.

Leia também: Legislação para o transporte de carga: normas que você deve conhecer

Deixar um comentário